5 invenções que são brasileiras, mas você não conhecia.

5 invenções que são brasileiras, mas você não conhecia.

Por mais que poucos saibam, além de invenções muito conhecidas como o avião, o Brasil é responsável por muitas outras criações que foram significativas e influenciaram positivamente o mundo.

Então confira nesse breve artigo, algumas invenções que você nem imagina que foram feitas no Brasil.

Câmbio automático

Publicidade da Chevrolet sobre o primeiro carro com câmbio automático.

Em 1940 foi inventado o primeiro câmbio automático pelos engenheiros mecânicos José Araripe e Fernando Lemos, quando desenvolveram um sistema de troca de marchas automática por fluido hidráulico.

Após a invenção, eles venderam o projeto para a General Motors que, em 1949, lançou o carro Oldsmobile com a transmissão “Hydra-Matic” que deu origem aos veículos automáticos de hoje.

Lavagem a seco

Utensílios domésticos utilizados na criação da fórmula para lavagem a seco automotiva.

A lavagem a seco automotiva foi inventada e patenteada por Lito Rodriguez, fundador da DryWash, em 1995, com o objetivo de lavar carros em qualquer lugar, sem precisar desperdiçar mais de 300L de água por lavagem.

A fórmula foi desenvolvida através de muita pesquisa e experimentos com compostos químicos em uma cozinha doméstica, utilizando uma batedeira, um mixer e um liquidificador.

Máquina de escrever

Representação da primeira máquina de escrever do mundo.

Em 1861 foi criado, em Recife, pelo padre João Francisco de Azevedo a primeira máquina de escrever que se tem registro hoje.

Sua ideia foi adaptar um piano de 24 teclas para que ele pudesse imprimir letras em um papel.

Walkman

Imagens reais do “Stereobelt” e seu uso.

Considerado o “avô do iPod”, o aparelho foi inventado em 1972 por Andreas Pavel e recebeu o nome de Stereobelt.

Após 7 anos, em 1979, a Sony lançou com muito sucesso o Walkman, e anos mais tarde, após muitas disputas judiciais o inventor e a Sony entraram em um acordo e a empresa reconheceu a autoria da invenção ao Pavel.

Balão de ar

Representação da “Passarola” voando.

O balão de ar quente foi inventado por Bartolomeu Gusmão, quando observou que o ar quente era mais leve que o ar exterior, e dessa forma seria possível criar um veículo que pudesse levitar com esse princípio.

Em 1709 a invenção chamada de “Passarola” foi exibida para a corte de portuguesa e o balão subiu quatro metros de altura do piso

A inovação nunca deve parar

Como defende o fundador da DryWash, Lito Rodriguez, “algo só pode ser considerado inovação a partir do momento em que se torna acessível à maioria da sociedade.”

Por isso, a DryWash está sempre em busca de criar novos produtos e serviços que possam atender às necessidades de nossos consumidores e gerar meios para que as pessoas possam ter uma fonte de renda e se desenvolver.

Deixe um comentário