fbpx

Lavagem de carro: 6 erros a se evitar

Lavagem de carro: 6 erros a se evitar

A lavagem de carro é um procedimento muito importante, afinal de contas, um veículo limpo é muito mais atraente e conserva-se por muito mais tempo. No entanto, lavar o carro tem suas técnicas, pois algumas ações podem prejudicar mais a lataria do que melhorá-la.

Para evitar que isso aconteça, separamos seis ações para você evitar na lavagem de carro. Assim, você obterá resultados estéticos muito melhores e mais duradouros. Vamos lá?

1. Utilizar produtos inadequados para veículos

Em primeiro lugar, é essencial utilizar produtos de alta qualidade, que sejam específicos para veículos, como são os produtos da DryWash. São shampoos automotivos desenvolvidos especificamente para as superfícies dos veículos.

Em contrapartida, utilizar detergentes e esfregar esponjas comuns de espuma pode não eliminar totalmente a sujeira, além de riscar a superfície da lataria e dos vidros, pois são produtos que removem a cera protetora.

O mesmo pode ser dito das toalhas de banho, que algumas pessoas utilizam para secar o automóvel. O risco de arranhões é alto. Portanto, prefira os panos de microfibra ou silicone.

2. Demorar para secar

Em segundo lugar, outro hábito bastante nocivo que algumas pessoas têm na lavagem de carro é demorar para secar o veiculo. Evite lavar o carro inteiro para só depois secá-lo. Faça parte por parte. Assim, você evita que as gotas de água se sequem, deixando manchas na lataria.

Além disso, sempre seque com panos adequados, com movimentos suaves, que removam toda a água, mas sem provocar riscos.

3. Usar amônia nos vidros

A amônia é um componente que está presente em muitos produtos, inclusive naqueles destinados à limpeza dos vidros de casa. No entanto, esse tipo de produto não é indicado para a lavagem de carro, pois esse componente danifica o vidro e também os para-brisas.

Assim, sempre verifique a presença de amônia na composição dos produtos e dê preferência àqueles que não possuírem.

4. Utilizar um único balde

Este item é uma questão de organização. Muitas pessoas utilizam um balde único para realizar a lavagem de carro, mas o ideal é a utilização de dois. O primeiro deve conter água e sabão para lavar toda a superfície do veículo, enquanto o segundo deve conter apenas água para o enxágue.

Usar um único balde vai tornar a água turva durante a lavagem de carro e, no final dela, você estará reaplicando água suja no automóvel. Evite.

5. Lavar o carro sob sol forte

Outro aspecto que muita gente desconhece é que a hora da lavagem de carro também faz muita diferença. Por exemplo, fazer a lavagem ao meio-dia é uma péssima escolha, pois os raios do sol fazem com que os produtos e a água sequem mais rapidamente, aumentando o risco de manchas na lataria.

Portanto, prefira lavar o carro nos horários de sol mais fraco, como o início da manhã e o fim da tarde. Pelo mesmo motivo, não faça a lavagem de carro logo após utilizá-lo. Dessa forma, espere ele esfriar e sempre mantenha o automóvel molhado durante toda a lavagem para que ele não seque e não fique manchado.

6. Deixar as rodas por último

Por fim, muita gente deixa as rodas do veículo por último. Contudo, o ideal é que elas sejam as primeiras a serem lavadas, de modo que a graxa e a sujeira não respinguem em outras partes do carro. Novamente, espere que elas esfriem para não danificá-las com o choque térmico.

Uma última dica: jamais utilize o mesmo pano e as mesmas luvas que usou nas rodas para limpar as demais partes do veiculo. Dessa forma, você evita que a sujeira se espalhe.

Concluindo, se estiver precisando de produtos de alta qualidade e profissionais especializados em lavagem automotiva e demais tratamentos estéticos, confie na DryWash.

Deixe um comentário